Literatura, opiniões, memórias, autobiografias, e demais diletantices.
Sábado, 28 de Junho de 2014
Um pretexto para ouvir Mozart

Jorge Silva Melo no seu “Século Passado” que também é o nosso. Um pretexto para ouvir Mozart

 

“Porquê este cd todas as noites, assim que chego a casa, sempre o mesmo há tantos meses, sempre esta sonata nº 26 para piano e violino em si bemol maior, gravada em Outubro de 1958, em Basileia  por Clara Haskil e Arthur  Grumieux, sonata KV. 378 de W. A. Mozart, etiqueta Philips? Porquê sempre a mesma sonata, a mesma música, se até fui comprando outros discos de que ainda não rasguei o celofane? E porque me agito eu pela casa, da porta da entrada até ao frigorífico, depois de pôr a música, procurando um iogurte e uma banana enquanto duram os primeiros seis minutos do allegro moderato, e todas as noites assim aguardo a chegada do imparável andantino sostenuto e cantabile? Porquê há tantos meses esta ânsia  ao subir o ultimo lance de escadas e os quatro “luxuosos, calmos e voluptuosos” minutos deste andamento? E porque é que mal entro em casa os olhos procuram este pequeno desenho da Sofia Areal onde as luzes incidem mal carrego no interruptor?

Eu sei: porque procuro consolo."

 

Aqui estão os dois andamentos da K. 378:

 

 

   



publicado por Dito assim às 18:48
link do post | comentar | favorito

Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

O REAL QUOTIDIANO

Vendidos, sempre houve

Mais uma crónica de Antón...

ENSINAR, COMOVER E DELEIT...

A Rendição de Breda de Ve...

Alguns quadros de cinismo...

"Somos todos felizes outr...

OS NEGÓCIOS E A SUBSERVIÊ...

Em Guimarães no Toural em...

O 25 DE ABRIL DE 2016

arquivos

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Agosto 2015

Julho 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Contador
blogs SAPO
Este Blogue é completamente ... ...Alérgico ao Acordo Ortográfico